Sobre os que não sabem ler: uma reflexão

Estava no posto de saúde aguardando uma consulta. Sabendo que aquela manhã poderia se estender por horas, fui prevenida. Na bolsa, dois livros e o Kindle (com dezenas de ebooks!). Ao meu lado, uma senhora de cabelos brancos. Impaciente, ela também aguardava para ser atendida. Tentando amenizar a espera e a angústia puxou conversa comigo. Virou e perguntou se eu também estava aguardando o médico. Respondi que sim. Emendei dizendo que já tinha ido preparada para a espera e, por isso, levava na bolsa alguns livros, pois eles sempre me ajudam nesses momentos. Eu disse que poderia emprestar um para ela ler. Ela retribuiu a oferta com um “não, obrigada” e com olhar embaraçado e triste completou “é que eu não sei ler muito…”. A partir daquele momento algo mexeu dentro de mim. Deu vontade de me oferecer para ler um trecho para ela. Mas, fiz diferente. Na ânsia da espera, tudo que ela queria era conversar, ou melhor, contar sua história. Deixei os livros de lado e comecei a ler aquela mulher.

Um dos livros que eu lia naquele momento era o ‘Terra Sonâmbula’, do Mia Couto. E tinha acabado de destacar a passagem em que o velho Tuahir diz para o Muidinga:

“- Ainda bem você sabe ler, comenta o velho.
Não fossem as leituras eles estariam condenados à solidão”.

De alguma forma, todos nós conhecemos alguém que não sabe ler. Minhas avós faziam parte dessa triste estatística. Minha avó materna não sabia ler e minha mãe aprendeu sozinha lendo as telenovelas da irmã. Meu pai conta que também aprendeu a ler muito cedo e sozinho. E, por isso, lia para a minha avó. Leu a Bíblia completa para ela.

Quando me vejo diante dessa realidade, onde a literatura ainda é um bem inacessível para muitos, nasce um misto de sentimentos dentro de mim. Tristeza. Angústia. Revolta. Constrangimento. E também a vontade de fazer algo por essas pessoas. Não sei exatamente o quê… Não sei o que de fato me cabe. Talvez, fazer o que o meu pai fazia com a minha avó. Fazer o que o Muidinga faz com o velho Tuahir.

rodape-blog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s