Tenho tempo, mas não consigo ler…

O isolamento social permite, em muitos casos, ter mais tempo do que costumávamos ter. Mas, ter tempo não significa que estamos lendo mais do que antes. Essa é mais uma angústia que, nós, leitores estamos vivendo nos últimos dias. Tenho tempo, mas não tenho concentração, foco, ou mesmo vontade de ler. Tenho uma pilha de livros que nunca li, que sei que são muito interessantes, escritos por autores que amo, mas que há dias está parada ali na estante. Não consigo engatar nenhuma leitura…

Continuar lendo

Sala de Biblioterapia de janeiro será com textos de Khalil Gibran

Sabe aqueles livros que nunca ficam velhos? Pois, ‘O profeta’ de Khalil Gibran é um deles. Eu li esse livro quando eu era adolescente, mais uma obra da biblioteca do meu pai que marcou a minha vida de leitora. Mas, sei que talvez poucos conheçam esse escritor e talvez nunca tenham ouvido falar nesse livro. Por isso, na Sala de Biblioterapia de janeiro, que acontece dia 30 às 19h, eu irei apresentar uma seleção de textos de Gibran.
Continuar lendo

Morte, vida e literatura

O poder da literatura, a vida e a morte. Três palavras fortes numa única sentença. E é sobre elas que eu me proponho a escrever. A inspiração não veio por acaso. Minhas duas leituras iniciais de 2020 falavam exatamente desses temas. Coincidentemente, os dois livros foram escritos por duas Ninas: ‘O ano da leitura mágica’, de Nina Sankovitch, e ‘O livro dos sonhos’, de Nina George. Continuar lendo