Sobre os que não sabem ler: uma reflexão

Estava no posto de saúde aguardando uma consulta. Sabendo que aquela manhã poderia se estender por horas, fui prevenida. Na bolsa, dois livros e o Kindle (com dezenas de ebooks!). Ao meu lado, uma senhora de cabelos brancos. Impaciente, ela também aguardava para ser atendida. Tentando amenizar a espera e a angústia puxou conversa comigo. Virou e perguntou se eu também estava aguardando o médico. Respondi que sim. Emendei dizendo que já tinha ido preparada para a espera e, por isso, levava na bolsa alguns livros, pois eles sempre me ajudam nesses momentos. Eu disse que poderia emprestar um para ela ler. Ela retribuiu a oferta com um “não, obrigada” e com olhar embaraçado e triste completou “é que eu não sei ler muito…”. Continuar lendo

Sala de Biblioterapia traz contos de Mia Couto

“Dentro de mim, vão nascendo palavras líquidas num idioma que desconheço e me vai inundando todo inteiro” (Mia Couto)

A Sala de Biblioterapia é um espaço virtual e interativo para partilha de leituras com potencial terapêutico. A terceira edição da Sala será no dia 03 de setembro (terça-feira) às 19h. Dessa vez, nosso encontro será conduzido por contos de Mia Couto do livro ‘O fio das missangas’.

A Sala é uma oportunidade única para quem trabalha ou quer trabalhar com Biblioterapia. Pois, a partir das leituras partilhadas nos encontro cada um vai montando um acervo, um repertório, que pode ser utilizado futuramente. Mas, a Sala foi pensada  também para quem quer simplesmente conhecer a biblioterapia na prática, adaptada para o formato virtual.

Eu conduzirei os encontros a partir da leitura dos textos selecionados e farei a dinamizações a partir das temáticas propostas. Os encontros acontecem via plataforma Zoom, que pode ser acessada via celular ou computador de forma simples.

As vagas são limitadas (máximo 10 participantes).  A contribuição é de R$ 20 e você pode fazer a inscrição pelo Sympla via cartão de crédito ou boleto. Você pode garantir sua vaga clicando aqui. 

Ficou interessado(a)? Então, venha de coração aberto!

Confira o vídeo para saber mais sobre a proposta da Sala de Biblioterapia.

 

rodape-blog